Chefe de gabinete de Fuad deixa prefeitura para focar na reeleição

Daniel Messias pediu para ser exonerado e ter mais liberdade na pré-campanha
Daniel Messias (no centro, de branco) vai auxiliar campanha do prefeito. Foto:Divulgação/PBH

O chefe de gabinete do prefeito Fuad Noman (PSD), Daniel Messias, deixou o cargo nesta sexta-feira (5) para se dedicar exclusivamente à campanha de reeleição. A saída do auxiliar de Fuad já estava prevista há algum tempo por conta da proximidade das eleições.

Fora do cargo, Messias terá mais liberdade e condições de atuar na organização da pré-campanha.

O assessor acompanha o prefeito desde o início de 2022, poucos meses antes de Fuad tomar posse. Antes, atuou como chefe de gabinete do então senador Antonio Anastasia, hoje ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). Assessorou, também, Alexandre Silveira (PSD) nos meses em que o atual ministro atuou como senador em 2022.

Messias e Fuad se conheceram no governo de Minas, quando o prefeito atuava no primeiro escalão do governo Anastasia e o assessor trabalhava no gabinete do governador.

Leia também:

PL marca data de convenção que vai oficializar candidatura de Engler em BH

Para se dedicar à campanha em Contagem, Junio Amaral se licencia do mandato de deputado federal

Justiça determina bloqueio de R$ 137 mil de influencer que fez ‘caça ao tesouro’ na Praça do Papa

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse