O puxão de orelha de Abi-Ackel no diretório do PSDB de Contagem

Presidente estadual do partido reafirma compromisso com reeleição da petista

O presidente estadual do PSDB de Minas Gerais, deputado federal Paulo Abi-Ackel, precisou intervir para alinhar o discurso do diretório municipal de Contagem após divergências internas sobre o apoio à reeleição da prefeita Marília Campos (PT). Em uma reunião realizada no último dia 24 de maio, Abi-Ackel deu um “puxão de orelha” nos tucanos locais, reiterando o compromisso do partido com a campanha da petista.

Críticas de pré-candidato causaram ruídos

O imbróglio teve início com a pré-campanha de Wellington Lucas Barroso, o “Mucuri”, presidente estadual da Juventude do PSDB e pré-candidato a vereador em Contagem. Apesar da sinalização de apoio dos tucanos à Marília Campos desde o ano passado, Mucuri passou a fazer críticas à gestão petista em suas redes sociais, reclamando de programas do governo, buracos nas ruas e outros problemas.

As manifestações contrárias de Mucuri, que ocupa espaços de destaque no partido, geraram dúvidas sobre o real posicionamento do PSDB em relação à prefeita. Diante disso, interlocutores de Marília Campos procuraram o deputado estadual João Vitor Xavier (Cidadania), partido que integra a federação com o PSDB, para sondar se os tucanos realmente participariam da coligação.

Freio de arrumação

Após ser informado por Xavier sobre o ruído causado, Abi-Ackel convocou o diretório do PSDB de Contagem para uma reunião. Na ocasião, o presidente estadual reafirmou o compromisso do partido com a campanha de Marília Campos e orientou os filiados a alinharem o discurso.

Mucuri registrou o encontro em suas redes sociais, destacando que houve “um diálogo produtivo sobre o cenário político e os interesses do município e do Estado”. Em entrevista a O Fator, ele minimizou o ocorrido, ressaltando que, embora haja “diferenças de opiniões”, Marília Campos sempre esteve acima das brigas partidárias, citando o bom relacionamento que a prefeita teve com o ex-governador Aécio Neves (PSDB) em mandatos anteriores.

Paulo Abi-Ackel, por sua vez, negou que o episódio tenha ocorrido.

Vídeo reforça apoio dos tucanos

Após a reunião com Abi-Ackel, outros filiados do PSDB em Contagem gravaram um vídeo reforçando o apoio dos tucanos à reeleição de Marília Campos. “A direção estadual do PSDB autorizou que o PSDB de Contagem faça uma coligação formal com a prefeita Marília Campos. Passo essa informação para que possamos evitar palavras desencontradas que costumam acontecer”, disse José Maria de Carvalho, histórico militante do partido na cidade, no vídeo que circulou nas redes sociais.

Com a intervenção do presidente estadual e o alinhamento do discurso, o PSDB de Minas Gerais busca encerrar as divergências internas e reforçar o compromisso com a campanha da petista Marília Campos à reeleição em Contagem.

Leia também:

Psol aciona Justiça por suspensão da lei que criou ‘censo do aborto’ em BH

MP denuncia famílias que adotaram homeschooling em cidade mineira

Justiça vê irregularidade em nomeação no interior de Minas e cita deputado em sentença

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse