MPF pede melhorias em rodovias do Triângulo e sugere ações na Justiça em caso de descumprimento

Procurador citou que descumprimento pode terminar em processo
BR-381, entre Belo Horizonte e Governador Valadares, passa por obras de duplicação
Procurador argumentou que medidas visam promover segurança. (Foto: Dnit/Divulgação)

O Ministério Público Federal (MPF) exigiu que a Prefeitura de Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e a Superintendência Regional do DNIT em Minas promovam melhorias na iluminação pública em trechos de rodovias da região ou, se não, podem ser alvos de ações administrativas e até na Justiça federal.

Nas portarias, publicadas como recomendações, o Procurador da República Onésio Soares Amaral solicita que, em até 60 dias, seja concluída a análise do Processo Administrativo referente ao pedido de formalização de Termo de Permissão Especial de Uso (TPEU) para instalação de iluminação pública nas faixas de domínio dos trechos BR 050/MG e BR 365/MG.

A segunda recomendação é destinada ao Município de Uberlândia e à Secretaria Municipal de Serviços Urbanos. O MPF recomenda a implementação imediata da iluminação pública na Rua dos Flamingos (MGC-455), no trecho que vai da Trincheira da Avenida Getúlio Vargas rumo à saída para Campo Florido. Esta ação deve ser realizada concomitantemente às obras de adequação das vias laterais já em andamento.

Ambas as recomendações visam melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, diminuir atos de violência, reduzir acidentes de trânsito e aumentar a segurança do comércio nas regiões afetadas. As entidades têm prazos específicos para responder ao MPF sobre o acatamento das recomendações e apresentar documentação comprobatória do cumprimento das mesmas.

O MPF ressalta que o não cumprimento das recomendações poderá resultar em medidas administrativas e judiciais, além de possível responsabilização administrativa, cível e penal dos envolvidos.

Leia também:

PL marca data de convenção que vai oficializar candidatura de Engler em BH

Para se dedicar à campanha em Contagem, Junio Amaral se licencia do mandato de deputado federal

Justiça determina bloqueio de R$ 137 mil de influencer que fez ‘caça ao tesouro’ na Praça do Papa

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse