Secretaria de Fazenda de MG nega auditoria sobre dívida com a União

Cálculo sobre débito do Estado supostamente teria recebido aval da pasta
Negociação pela dívida do Estado com a União continua. Foto: Agência Minas
Negociação pela dívida do Estado com a União continua. Foto: Agência Minas

A Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF-MG) negou oficialmente nesta quinta-feira (20) que tenha aceitado ou iniciado um processo para realizar uma auditoria sobre a dívida do Estado com a União. A declaração contradiz informações divulgadas anteriormente por fontes ligadas às negociações do débito estadual com o governo federal.

Durante o dia, interlocutores próximos às tratativas haviam confirmado um aceno mineiro à realização da auditoria. A informação foi inicialmente divulgada pelo jornal Estado de Minas e posteriormente confirmada por O Fator por fontes.

A dívida de Minas Gerais é estimada em R$ 165 bilhões.

Anteriormente, fontes indicaram que auditores ligados ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MG) estariam atuando na verificação de documentos relacionados à trajetória do passivo bilionário. No entanto, com a negativa da SEF-MG, o status desse suposto trabalho de revisão permanece incerto.

As discussões sobre a amortização da dívida mineira têm se concentrado no programa denominado Pleno Pagamento de Dívidas dos Estados junto à União (Propag). Proposto pelo presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), o plano tem como principal estratégia a federalização de estatais mineiras.

Segundo a proposta, o repasse das empresas à União resultaria em um abatimento imediato de R$ 80 bilhões na dívida. Para o valor remanescente, também de R$ 80 bilhões, a União ofereceria um desconto de 50%, reduzindo o débito final de Minas Gerais para R$ 40 bilhões – aproximadamente um quarto do valor original.

A negativa da Secretaria de Fazenda sobre a auditoria adiciona uma nova camada de complexidade às já intrincadas negociações entre o estado e o governo federal, deixando em aberto o futuro das tratativas para a resolução da dívida mineira.

Leia também:

Psol aciona Justiça por suspensão da lei que criou ‘censo do aborto’ em BH

MP denuncia famílias que adotaram homeschooling em cidade mineira

Justiça vê irregularidade em nomeação no interior de Minas e cita deputado em sentença

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse