A visita de Cármen Lúcia ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas

Ministra passou por BH nesta sexta (21), durante périplo por TREs com vistas à eleição de outubro
A ministra Cármen Lúcia é fotografada durante a visita ao TRE de Minas
Cármen Lúcia esteve no TRE-MG nesta sexta-feira (21). Foto: João Guilherme Arenázio/TRE-MG

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia, visitou, nesta sexta-feira (21), a sede do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), em Belo Horizonte. Cármen Lúcia conversou com o desembargador Ramon Tácio de Oliveira, presidente da Corte Eleitoral estadual, a respeito dos preparativos para o pleito de outubro deste ano — chamado por ela de “grande vestibular da democracia”.

A ministra, que também atua no Supremo Tribunal Federal (STF), falou aos dirigentes do TRE mineiro sobre a importância de parcerias com a Polícia Federal e o Ministério da Justiça para combater a disseminação de fake news.

Segundo ela, o uso das tecnologias para a propagação de notícias falsas aumenta a responsabilidade da Justiça Eleitoral para “garantir ao eleitor a liberdade de ir votar e a certeza de que o voto dele será registrado, o que foi registrado será apurado, o resultado será proclamado e o vencedor será empossado”

A visita de Cármen Lúcia à Corte Eleitoral mineira faz parte de um périplo feito pela ministra, mineira de Montes Claros (Norte), a todos os TREs do país. Ela tem visitado as instâncias locais desde que assumiu o TSE, no início deste mês.

“Para nós, do TSE, é importante estarmos juntos não apenas nas orientações, nas jurisprudências e em vários serviços que são centralizados no TSE. Mas é preciso também que a gente ouça dos juízes e dos servidores dos tribunais as demandas a que precisamos estar mais atentos, para o eleitor se sentir seguro e tranquilo nas eleições”, explicou.

Nova gestão no TRE mineiro

Ramon Tácio, anfitrião da visita desta sexta, assumiu a presidência do TRE-MG na semana passada. À líder da Justiça Eleitoral, o desembargador elogiou os magistrados mineiros.

“Acredito que temos o que há de melhor em termos de pessoas para trabalhar em prol destas eleições”, garantiu.

Leia também:

Para se dedicar à campanha em Contagem, Junio Amaral se licencia do mandato de deputado federal

Justiça determina bloqueio de R$ 137 mil de influencer que fez ‘caça ao tesouro’ na Praça do Papa

MPF quer suspender atividades da Vale em empreendimento na Cava da Divisa

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse