Aliado de Zema ‘cria’ o ‘Assembleia Parabeniza’ em sabatinas para fiscalizar governo

ALMG promove, a partir desta quinta (20), reuniões com dirigentes estaduais; objetivo é cobrar resultados das secretarias
O deputado estadual Zé Laviola
Laviola teceu elogios a secretários de Zema durante reuniões na ALMG. Foto: Guilherme Bergamini/ALMG

Diante de um cenário adverso, em que a própria base de apoio nem sempre segue as determinações do Palácio Tiradentes, o governo de Minas Gerais parece ter escalado o deputado Zé Laviola (Novo) para ser o porta-voz nas sabatinas que Assembleia Legislativa vem promovendo com a presença de dirigentes do Executivo.

Chamado de “Assembleia Fiscaliza”, o programa convoca secretários de Estado e outras autoridades do governo para sabatinas, em uma prestação de contas de suas respectivas pastas. Em tese, é um momento para que os deputados possam cobrar resultados concretos das ações do governo.

Porém, o correligionário de Romeu Zema tem utilizado as sessões para tecer longos e efusivos elogios ao governo. Nos bastidores, alguns deputados entendem que essa postura desvirtua o programa. O Assembleia Fiscaliza consta de Emenda Constitucional, com o objetivo claro de servir como uma prestação de contas, para que a ALMG exija esclarecimentos e informações do Executivo.

Nesta quinta-feira (20), primeiro dia do evento, Zé Laviola foi o único deputado a comparecer a todas as reuniões. Pelos corredores da Casa, a participação de Laviola nas sessões recebeu de seus pares a alcunha de “Assembleia Parabeniza”, em alusão ao nome do programa. As sabatinas serão realizadas até 28 de junho.

Ao longo do dia, foram arguidos na ALMG os comandantes da Polícia Militar, Rodrigo Piassi; e do Corpo de Bombeiros, Erlon Dias; a chefe da Polícia Civil, Letícia Gamboge; o secretário de Agricultura, Thales Fernandes; e a secretária de Meio Ambiente, Marília Melo.

Em meio a embates e cobranças, incluindo questionamentos incisivos feitos por deputados como Sargento Rodrigues (PL), Beatriz Cerqueira (PT), Caporezzo (PL), Lud Falcão (Podemos) e Raul Belém (Cidadania), Zé Laviola invariavelmente gastou os mais calorosos adjetivos para elogiar e parabenizar a gestão Zema.

Elogios

“Quero dizer da admiração que temos por sua competência. Nós somos admiradores da forma como você conduz o desenvolvimento sustentável, parabéns”, disse Laviola a Marília Melo.

Ao coronel Piassi, o tom se repetiu: “A gente reconhece seu trabalho árduo, no fortalecimento da instituição. Quero parabenizá-lo pela sua gestão à frente da PM, é um trabalho brilhante”.

Ávido em percorrer todas as reuniões, Laviola manteve sua peregrinação pelos diversos plenarinhos da Casa. “Minha ponderação aqui é no intuito de elogiar. Sua sensibilidade nos impressiona. Fico orgulhoso de ter no comando da instituição alguém tão capacitado, parabéns”, disse ao afagar o comandante dos Bombeiros.

O secretário Thales também recebeu palavras laudatórias. “Fica parecendo que a gente quer só elogiar porque é da base do governador, mas o fato é que sua gestão é exemplar, com uma equipe muito apaixonada na sua secretaria. Quero te parabenizar e dizer que temos orgulho de ter alguém tão capacitado à frente da secretaria”, enfatizou Laviola. A série de exaltações ao governo por parte do fiel parlamentar incluiu, por fim, a delegada-chefe da Polícia Civil. “Reconheço os avanços da instituição sob sua gestão, é um orgulho para todos nós. Para não ser redundante, quero deixar minha parabenização”, afirmou, sendo redundante.

Puxão de orelha

Outros parlamentares fizeram elogios ao governo, mas nenhum adotou postura tão repetitiva quanto Laviola. Em dado momento, diante das tantos afagos, Sargento Rodrigues alfinetou o colega.

“Uma pena que o governador do Novo não ouve seus elogios, deputado. O governador fica distante da realidade, por isso não encara o servidor de perto e não dá ao servidor a devida valorização”, falou.

Leia também:

Psol aciona Justiça por suspensão da lei que criou ‘censo do aborto’ em BH

MP denuncia famílias que adotaram homeschooling em cidade mineira

Justiça vê irregularidade em nomeação no interior de Minas e cita deputado em sentença

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse