As primeiras palavras de Gabriel e Brant após a união das pré-candidaturas de MDB e PSB

Presidente da Câmara Municipal e ex-vice de Zema anunciaram aliança nesta sexta (7)
Gabriel Azevedo ao lado de Paulo Brant
Gabriel e Paulo Brant se encontraram nesta semana para tratar de aliança. Foto: Divulgação

O MDB e o PSB oficializaram, nesta sexta-feira (7), a união das pré-candidaturas de Gabriel Azevedo e Paulo Brant à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Conforme o acordo, o emedebista Gabriel, presidente da Câmara Municipal, será o candidato a prefeito da chapa. Brant, que voltou ao PSB no ano passado e foi vice-governador de Minas no primeiro mandato de Romeu Zema (Novo), ficará com o posto de vice.

“(Brant) é uma das pessoas mais habilidosas no trato político e humano”, disse Gabriel, ao comentar a oficialização da aliança.

Paulo Brant, por sua vez, afirmou que, apesar da existência de diferenças, ele e Gabriel têm ideias em comum para a cidade.

“Nossa proposta, nossa visão de mundo, nós temos muito mais afinidades que possa parecer”, explicou.

Como já mostrou O Fator, Gabriel e Brant se encontraram nesta semana em um restaurante da Região Centro-Sul de BH para tratar da aliança. A possibilidade vinha sendo debatida desde a janela partidária, em março.

União na Câmara de BH

Socialistas e emedebistas já caminham juntos na Câmara Municipal de BH. Gabriel, inclusive, ajudou o PSB a montar a chapa de vereadores que estará nas urnas em outubro. Gilson Guimarães, aliado do presidente da Câmara, foi um dos que se filiou ao partido.

Juntos, MDB e PSB formam o maior bloco da Câmara Municipal. A coalizão tem cinco vereadores emedebistas, mais Gilson Guimarães.

Leia também:

Fávaro vai à Câmara explicar fiasco no leilão de arroz

Cassinos voltam à mesa da CCJ do Senado

Justiça suspende atividades de mineradora na Serra do Curral em Belo Horizonte

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse