Aumento de prazo para votar RRF na Assembleia pode virar ‘alívio’ para parte do governo Zema

Uma ala do governo Zema tem sinalizado que a possibilidade de aumento de prazo para votar a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal (RFF) no plenário da Assembleia mineira seria, para surpresa de muitos, uma ótima notícia. No caso, significaria, na verdade, um alívio para interlocutores que não andam tão otimistas com o resultado do que seria a votação. Ainda sem um grande teste para a base de governo, há quem aposte que dificilmente o RFF seja aprovado. Alguns deputados que integram o grupo de sustentação de Zema na Casa, inclusive, já sinalizaram que não votariam favoravelmente ao projeto – muito menos sem saber dos desdobramentos que podem vir de Brasília.

Com o aumento do prazo, o governo ganha, assim, mais tempo para articular votos de deputados ou, “no pior dos cenários”, adia uma derrota sensível em plenário. É bom lembrar que até aqui, Zema não emplacou em 2023 nenhuma grande conquista na Assembleia: conseguiu a reforma administrativa, um projeto considerado “tranquilo” em outros tempos, com dura negociação, e sequer emplacou a tramitação da PEC do Referendo ou avançou com projetos de privatização das estatais.

Leia também:

Ex-deputado Narcio Rodrigues vira réu por suposto desvio em convênio em MG

A viagem de José Dirceu a Belo Horizonte

MPF vai investigar invasões e ameaças contra indígenas Pataxó em MG

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse