Advogado ligado a Flávio Bolsonaro adultera ‘futmesa’ de Richarlison e deputado mineiro

Mansão em Angra é disputada na Justiça; mesa foi adulterada para exibir logo de advogados
Antes e Depois: mesa é adulterada em meio à disputa judicia
Antes e Depois: mesa é adulterada em meio à disputa judicial / Foto: Acervo Pesssoal

A disputa – digna de filme – pela posse de uma casa em uma ilha em Angra dos Reis (RJ), envolvendo um famoso jogador de futebol, o seu empresário, um deputado mineiro e um advogado ligado ao senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), ganhou um episódio ainda mais curioso nas últimas semanas: uma mesa de futevôlei, também chamada de futmesa, personalizada com a assinatura e a marca do atacante Richarlison, da Seleção Brasileira, foi alterada para exibir, agora, a marca do escritório do advogado Willer Tomaz – que disputa, na Justiça, a propriedade da casa adquirida pelo atleta e pelo deputado estadual Alencar da Silveira Jr (PDT-MG) no ano retrasado.

O FATOR obteve acesso às fotos da mudança na mesa, alterada no final de 2023, para as festas de fim de ano organizadas por Tomaz.

Segundo Alencar da Silveira Jr., o imóvel foi adquirido por ele e pelos sócios em 2021, com a casa sendo homologada no Judiciário carioca em junho daquele ano. Ocorre que, ano passado, uma ordem judicial de reintegração de posse, encabeçada pelo escritório de Willer Tomaz – supostamente indicado pelo senador Flávio Bolsonaro -, foi expedida, apontando que a casa, na realidade, teria sido negociada com o advogado. Na avaliação da defesa do parlamentar mineiro e do jogador, a documentação apresentada por Tomaz é fraudulenta.

O embate judicial, que discute a propriedade do imóvel, ainda corre no Judiciário do Rio. “A posse continua sendo discutida judicialmente, inclusive através de mais de 20 processos judiciais, sendo certo que contamos com um desfecho justo e legal deste caso, já que o referido advogado Willer Tomaz usou de métodos obscuros e tem usado de sua influência política para se apropriar de uma casa a que não tem direito”, aponta a defesa do deputado mineiro.

A propósito, o ex-presidente Jair Bolsonaro passou os últimos dias de férias em Angra. Ele, no final do ano, chegou a receber pessoalmente Alencar da Silveira Jr., que falou sobre a disputa – apesar de receber informações sobre o caso, o “mito” não teceu comentários nem nada fez, afirmando apenas que estava abandonado pelos apoiadores.

Leia também:

A difícil articulação para Álvaro Damião ser o vice de Fuad

Futebol e Política, juntos, podem fazer um mundo melhor

Quero um amor; um amor maior que eu

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse