Em nova crise, vereadores retiram colega da liderança de bloco partidário na Câmara de BH

O vereador Wanderley Porto (PRD) foi impedido de ocupar a liderança do bloco de seu partido depois que seus dois correligionários na Câmara de BH, Irlan Melo e Ciro Pereira, decidiram em comum acordo. A notificação da mudança no cargo de líder chegou a Porto na noite desta terça-feira (12). O movimento tem sido visto dentro da Casa como uma retaliação ao fato de que Porto é relator do novo pedido de cassação contra o presidente da Casa, Gabriel Azevedo (sem partido).

Apesar da relatoria, o parlamentar ainda não emitiu nenhum parecer sobre a ação. Irlan e Ciro são aliados próximos de Gabriel e, no entendimento de interlocutores da Casa, atuaram em defesa do presidente da Câmara.

Não é de hoje que a relação entre Porto e Gabriel anda estremecida. No ano passado, Wanderley chegou a assumir a vice-liderança de governo na Câmara e, atualmente, apesar de não possuir mais o cargo, é membro ativo da base e tem aliados em postos importantes dentro da prefeitura.

Aliás, ao impedirem Porto da liderança do bloco partidário não foi a única retaliação pela relatoria do processo. Dois servidores ligados ao PRD na Câmara foram exonerados nessa semana, sem explicações dadas as lideranças da legenda.

Leia também:

A difícil articulação para Álvaro Damião ser o vice de Fuad

Futebol e Política, juntos, podem fazer um mundo melhor

Quero um amor; um amor maior que eu

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse