Ex-prefeito terá que devolver quase R$ 500 mil aos cofres públicos

Político celebrou acordo e colocou fim a cinco ações judiciais do MP
Hilton Monteiro foi prefeito de Itapeva em cinco mandatos. Foto: MPMG

A pequena cidade de Itapeva, no Sul de Minas, vive um escândalo político. O ex-prefeito Hilton Monteiro terá que devolver quase R$ 500 mil aos cofres públicos após celebrar um acordo com o Ministério Público (MP) para encerrar cinco ações judiciais.

Ele é acusado de promover gastos irregulares com publicidade, receber verbas de representação indevidamente, conceder subvenções sem autorização legislativa e realizar anistia de juros e multas de IPTU. O MP apontou que ele também concedeu adiantamentos salariais a servidores públicos sem autorização.

Para quitar o montante, o ex-prefeito se comprometeu a transferir uma área de 1,0355 hectares ao município no valor de R$ 465 mil. Hilton foi prefeito de Itapeva em cinco mandatos: de 1965 a 1968, de 1973 a 1976, de 1989 a 1992, de 1997 a 2000 e de 2001 a 2004.

Leia também:

Ex-deputado Narcio Rodrigues vira réu por suposto desvio em convênio em MG

A viagem de José Dirceu a Belo Horizonte

MPF vai investigar invasões e ameaças contra indígenas Pataxó em MG

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse