O que preocupa dois ex-ministros de Lula

Dirceu e Dulci participaram de reuniões em Belo Horizonte na semana passada
Dirceu e Dulci externaram preocupações quanto a popularidade do presidente. Foto: Divulgação/EBC
Dirceu e Dulci externaram preocupações quanto a popularidade do presidente. Foto: Divulgação/EBC

Mineiros que estiveram com os ex-ministros José Dirceu e Luiz Dulci recentemente apontaram que ambos se mostraram preocupados com a “falta de resultado” que Lula vem tendo com programas sociais e sua agenda internacional. A conversa dos líderes petistas com interlocutores ouvidos por O Fator se deu na semana passada, quando Dirceu esteve em Belo Horizonte para agendas políticas.

Segundo essa fonte ouvida pela reportagem, os dois ex-ministros apontaram que os programas sociais, como o Bolsa Família, por exemplo, já não convertem mais os mesmos ganhos políticos e de avaliação. Com 20 anos desde sua criação, o Bolsa Família é visto, agora, segundo teriam dito Dirceu e Dulci, como obrigações governamentais.

Já as viagens internacionais feitas por Lula, apesar de vistas pelos ex-ministros como importantes para a promoção do Brasil na comunidade internacional e na atração de investimentos, não têm dado resultado para a avaliação do governo – para Dulci e Dirceu, na verdade, a população sequer tem percebido a existências dessas agendas no exterior ou, quando percebem, costumam creditar as ações diplomáticas como “turismo com dinheiro público”.

Leia também:

Psol aciona Justiça por suspensão da lei que criou ‘censo do aborto’ em BH

MP denuncia famílias que adotaram homeschooling em cidade mineira

Justiça vê irregularidade em nomeação no interior de Minas e cita deputado em sentença

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse