Lula articula campo de esquerda para eleição em BH

Presidente se reuniu com lideranças do PT e PSOL e definiu caminho conjunto na capital
Reunião no Planalto reuniu lideranças e pré-candidatos. Foto: Divulgação
Reunião no Planalto reuniu lideranças e pré-candidatos. Foto: Divulgação

Lula (PT) conseguiu alinhar uma aproximação definitiva entre o PT e o PSOL em Belo Horizonte. Em reunião na noite desta quarta-feira (5) no Palácio do Planalto – que não foi registrada na agenda oficial do presidente da República – o líder petista alinhavou que o PSOL irá apoiar a pré-candidatura do deputado federal Rogério Correia (PT) à Prefeitura de BH.

Até ali, o PSOL ainda mantinha a pré-candidatura de Bella Gonçalves, mas foi convencido a apoiar Correia durante o encontro. Bella e Rogério participaram da reunião, além dos presidentes nacionais do PT e do PSOL, respectivamente, Gleisi Hoffmann e Paula Coradi, e do deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP), pré-candidato a prefeito de São Paulo.

Após o encontro, Bella Gonçalves confirmou a aliança entre as duas legendas para a disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte. “PT e PSOL caminharão juntos na disputa pela prefeitura da capital”, afirmou a pré-candidata do PSOL.

Segundo a deputada, só existe uma exceção a essa coligação: o PT querer apoiar uma candidatura de direita, no caso, a do prefeito Fuad Noman (PSD). “Aí cada um segue seu rumo”, disse a O Fator.

A notícia da reunião surpreendeu articuladores do prefeito de Belo Horizonte, que ficaram sabendo do encontro pela imprensa e agora tentam “mapear” seus desdobramentos. Fuad ainda tenta o apoio do PT à sua reeleição.

Embora o encontro tenha sido um fato político forte, na federação PT-PCdoB-PV ainda há quem pressione pelo apoio à reeleição de Fuad Noman. O PV, principal apoiador de Fuad no grupo, ocupa cargos na Prefeitura de Belo Horizonte.

Apesar da confirmação da coligação do PT e do PSOL, não houve definição de quem encabeçaria a chapa e qual legenda indicaria o vice. “Ainda temos que conversar com outros partidos de esquerda, como o PDT e o PSB”, explicou Gonçalves.

Leia também:

STF vira palco de nova batalha judicial sobre ações de prefeituras contra mineradoras no exterior

A queda de braço entre o PT e o PRD pelo apoio do Republicanos em Contagem

Pontapé inicial do novo PTB em Minas tem Saraiva Felipe, Apolo Heringer e ex-deputados

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse