MPF quer acompanhar uso de R$ 51 mi em emendas parlamentares para hospital do câncer em MG

Procedimento foi instaurado para acompanhar construção da unidade de saúde
MPF instaurou procedimento para acompanhar as tratativas em Uberlândia. Foto: Divulgação/MPF
MPF instaurou procedimento para acompanhar as tratativas em Uberlândia. Foto: Divulgação/MPF

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um procedimento para fiscalizar e acompanhar a aplicação de mais de R$ 51 milhões em recursos de emendas parlamentares destinados à construção de um hospital especializado no tratamento de câncer em Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

A medida visa acompanhar as tratativas, principalmente envolvendo o Poder Público, para que os valores sejam devidamente empregados na implantação do Centro de Prevenção ao Câncer/Saúde do Homem e da Mulher e do Centro de Reabilitação, previstos no projeto.

O projeto é do Hospital do Amor de Barretos, em São Paulo, referência no tratamento de câncer. A entidade, gerida pela Fundação Pio XII, tenta, há anos, construir a unidade em Uberlândia. Apesar dos mais de R$ 51 milhões em emendas já arrecadados em 2023 e 2024, o grupo ainda aguarda por terrenos para viabilizar a construção.

Ao todo, foram destinados R$ 51.039.195,00 de emendas individuais e impositivas ao Orçamento da União de 2023 e 2024 para a construção dos centros de saúde em Uberlândia. Desse montante, R$ 32.103.402,00 já foram pagos, enquanto R$ 18.935.793,00 estão aprovados mas ainda não foram destinados.

Leia também:

MP denuncia prefeito por beneficiar empresa em contratos que ultrapassam R$ 40 mi

Federação PT-PV-PCdoB adia prazo para tomar decisão sobre candidaturas em grandes cidades

Movimentos sociais vão entregar a vereadores PL por tarifa zero nos ônibus em BH

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse