Supermercados limitam compra de arroz no interior de Minas

Produto deve faltar nas prateleiras devido à crise no RS, maior produtor do país
Supermercados no interior de Minas restringem compra de arroz por CPF
Supermercados no interior de Minas restringem compra de arroz por CPF. (Foto: Divulgação)

A crise sem precedentes no Rio Grande do Sul já causa impacto na economia de Minas Gerais. Supermercados do interior limitaram nesta semana a compra de arroz com o possível desabastecimento. O estado gaúcho é o maior produtor do alimento no país.

Uma rede de supermercados de Itaúna, na região Centro-Oeste, limitou a compra de 3 unidades por CPF. Outra rede mercadista com lojas em Divinópolis e Carmo do Cajuru, na mesma região, também confirmou a limitação. Há expectativa é que a restrição aconteça em mais estabelecimentos.

Impacto

O economista Samuel Isaak explica o impacto das enchentes do Rio Grande do Sul na economia do arroz no país: “A maioria dessas safras estava colhida. (…) Boa parte fica na região central do estado, que foi a mais afetada pelas chuvas”, disse à XP Investimentos.

O presidente Lula (PT) admitiu que o governo federal pode ter que importar arroz e feijão por causa do atraso da colheita da safra no RS: Portanto, se for o caso, para equilibrar a produção, a gente vai ter que importar arroz, a gente vai ter que importar feijão, para colocar na mesa do povo brasileiro um preço compatível com aquilo que ele ganha”, afirmou.

A reportagem entrou em contato com a Associação Mineira de Supermercados (Amis), porém não obteve retorno até o fechamento desta página.

Leia também:

Ex-deputado Narcio Rodrigues vira réu por suposto desvio em convênio em MG

A viagem de José Dirceu a Belo Horizonte

MPF vai investigar invasões e ameaças contra indígenas Pataxó em MG

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse