Viana deixa a presidência do Podemos em BH menos de dois meses após posse

Aliados do senador afirmam que mudança no comando da sigla não altera planos do parlamentar de disputar a prefeitura em outubro
O senador Carlos Viana
Carlos Viana é o pré-candidato do Podemos à Prefeitura de BH. Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Pré-candidato do Podemos à Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), o senador Carlos Viana deixou a presidência municipal do partido menos de dois meses depois de ter assumido o cargo. Segundo consulta ao sistema da Justiça Eleitoral, feita nesta segunda-feira (1°) por O Fator, o presidente do Podemos em BH, agora, é Rony Rinco Rodrigues. Rony é marido da deputada federal Nely Aquino, também filiada ao Podemos.

Interlocutores de Viana afirmaram, à reportagem, que a mudança no comando do Podemos em BH não afeta os planos do senador de disputar a prefeitura.

Segundo eles, a pré-candidatura do parlamentar segue de pé e a substituição na presidência aconteceu apenas para que o parlamentar possa dar foco à ideia de tentar chegar ao Executivo municipal — enquanto Rony ficaria com a atribuição de cuidar da montagem da chapa de candidatos a vereador.

Paralelamente, filiados ao Podemos com mandato afirmaram ter descoberto a mudança por meio da imprensa. A reportagem procurou Nely Aquino, que preside o Podemos em Minas, para repercutir a troca, mas ainda não houve resposta. Em caso de retorno, este texto será atualizado.

A posse de Viana no comando do Podemos-BH, ocorrida no dia 11 de maio, contou, inclusive, com a participação do governador Romeu Zema (Novo). O partido tem boa relação com o poder Executivo estadual.

Outra mudança

O que mudou, também, foi a data da licença de Carlos Viana do Senado Federal. O parlamentar, que iria deixar o cargo temporariamente nesta terça-feira (2) para se dedicar à eleição em BH, postergou, pela segunda vez, a saída, agora prevista para o próximo dia 17 — na semana passada, a data havia sido reprogramada para o dia 10

Quando Viana se afastar do cargo, Castellar Neto, seu suplente, assumirá mandato interino como senador.

Leia também:

Psol aciona Justiça por suspensão da lei que criou ‘censo do aborto’ em BH

MP denuncia famílias que adotaram homeschooling em cidade mineira

Justiça vê irregularidade em nomeação no interior de Minas e cita deputado em sentença

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse