Desoneração da folha de pagamento será mantida, diz Pacheco

A Medida Provisória que propõe a reoneração gradual da folha de pagamento para alguns setores da economia será revogada
Presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), durante entrevista em frente ao Senado Federal
Rodrigo Pacheco diz que decisão do congresso será mantida (FOTO: Fábio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil)

A Medida Provisória (MP) do Governo Federal que retoma a tributação da folha de pagamento será revogada. A afirmação é o presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), durante entrevista em evento na Suíça.

Segundo Pacheco, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad (PT), e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), prometeram derrubar a MP.

“ Conversei com ambos. E ficou ajustado. E aqui quero dizer: a desoneração da folha de pagamentos — a despeito daqueles que concordem ou não com esse instituto, mas tendo sido uma decisão do Congresso Nacional, através de uma lei decidida pelo Congresso, e com um veto derrubado e por mim promulgada a lei — valerá”, afirmou Pacheco.

No início do mês, Pacheco informou que qualquer decisão sobre a medida só seria tomada após uma conversa com  Haddad.

Publicada no fim de dezembro, a MP propõe a reoneração gradual da folha de pagamento para alguns setores da economia. As novas regras passariam a valer em abril deste ano, e foram bastante criticadas por entidades representativas, que pressionam o Congresso para a devolução da medida.

Leia também:

MP denuncia prefeito por beneficiar empresa em contratos de R$ 43 mi

Federação PT-PV-PCdoB adia prazo para tomar decisão sobre candidaturas em grandes cidades

Movimentos sociais vão entregar a vereadores PL por tarifa zero nos ônibus em BH

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse