MPMG investiga esquema de fraudes em licitações na Prefeitura de Santa Luzia

Secretário e fiscal foram afastados; órgão também cumpriu mandados contra empresários
Santa Luzia, na região Metropolitana, tem 220 mil habitantes. Foto: Divulgação.

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) deflagrou na manhã desta quarta-feira, 10, uma operação que investiga um suposto esquema de fraudes em licitações na Prefeitura de Santa Luzia, região Metropolitana de Belo Horizonte. 

A operação ‘Tudo Nosso’ contou com o apoio da Polícia Militar e da Polícia Civil e cumpriu 13 mandados de busca e apreensão contra o secretário municipal de Obras, a esposa dele, dois fiscais municipais e empresários. O secretário e o fiscal foram afastados do cargo.

Detalhes

A investigação apura indícios de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. 

“O secretário municipal de obras apresentou evolução patrimonial incompatível com o cargo que ocupa”, informou o MPMG.

O MPMG solicitou a quebra de sigilo telefônico e solicitações de relatórios de inteligência financeira. Os dados, segundo o órgão, comprovaram as fraudes nas licitações.

Leia também:

Psol aciona Justiça por suspensão da lei que criou ‘censo do aborto’ em BH

MP denuncia famílias que adotaram homeschooling em cidade mineira

Justiça vê irregularidade em nomeação no interior de Minas e cita deputado em sentença

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse