Projeto que reconhece ‘grau’ de moto como modalidade esportiva avança na ALMG

Deputado autor da proposta emplacou lei que, em 2022, tornou BH a capital nacional do ‘grau’
Imagem mostra a prática do 'grau'
Bim da Ambulância é entusiasta da prática do 'grau' com motos. Foto: Instagram/Reprodução

Um projeto de lei (PL) feito para reconhecer o wheeling, popularmente chamado de “grau” com motocicletas, como modalidade esportiva de Minas Gerais, tem avançado na Assembleia Legislativa. Nesta terça-feira (9), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Casa aprovou a proposta. A ideia é que, com o reconhecimento da prática como modalidade, espaços públicos ou privados do estado possam obter licença oficial para sediar as manobras sobre duas rodas. Os locais serviriam, ainda, como pontos de treinos e eventos.

A proposta foi apresentada à Assembleia pelo deputado estadual Bim da Ambulância (Avante), entusiasta do uso de motocicletas para a prática de manobras. Quando era vereador de Belo Horizonte, o parlamentar emplacou uma lei que tornou a cidade a capital nacional do “grau”.

Segundo o PL a respeito da prática de wheeling em Minas, para sediar as manobras, os locais licenciados precisarão seguir regras impostas pela Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM). Os atletas, por sua vez, deverão utilizar equipamentos de segurança pessoal, como os capacetes.

No texto enviado aos colegas de Assembleia para justificar o projeto, Bim da Ambulância cita pilotos que, segundo ele, atingiram notoriedade com a prática do “grau”.

“Nacionalmente pode-se dizer que há importantes nomes com destaque para Ivan Pokemon, Caio 5511, Amós Martins, Luquinha Wheeling, Marcos Kinho, incluindo ainda a equipe Força e Ação que divulga o esporte por todo o país”, diz.

Segundo o parlamentar, a proposta pode “trazer mais uma oportunidade de esporte e lazer, negócios e turismo” a Minas Gerais.

“Ao atingir certa habilidade e destacável nível técnico, a maioria dos pilotos vai para outros países da América do Norte e Europa. Como consequência, muitos pilotos brasileiros têm tentado a sorte na Espanha, Portugal, Alemanha e Suíça”, aponta.

Com o aval da CCJ, o projeto do wheeling será analisado pela Comissão de Esporte e Lazer da Assembleia. Se aprovado pelo comitê, o texto estará apto a ser votado pelos deputados em 1° turno no plenário.

Leia também:

Psol aciona Justiça por suspensão da lei que criou ‘censo do aborto’ em BH

MP denuncia famílias que adotaram homeschooling em cidade mineira

Justiça vê irregularidade em nomeação no interior de Minas e cita deputado em sentença

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse