Pré-candidato apoiado por prefeito passa em concurso que pode ser anulado após denúncia de favorecimento

Câmara, através de vereador também pré-candidato, encaminhou denúncia ao Ministério Público
Vagner, à esquerda, é apoiado por Belinho, à direita, nas eleições de São Sebastião do Oeste. (Foto: Redes Sociais)
Vagner, à esquerda, é apoiado por Belinho, à direita, nas eleições de São Sebastião do Oeste. Foto: Redes Sociais

O concurso público da Prefeitura de São Sebastião do Oeste, cidade do Centro-Oeste mineiro, pode ser anulado após uma denúncia de favorecimento. Vagner Antonio (PDT), chefe de gabinete e pré-candidato a prefeito da cidade, passou em primeiro lugar no cargo de agente de controle interno e levantou suspeitas.

A denúncia foi enviada à Câmara Municipal por meio de um advogado que perdeu a vaga para o pré-candidato. O Legislativo acionou o Ministério Público, que apura o caso.

Disputa política

Quem acompanha de perto a denúncia na Câmara é o vereador Rômulo Beirigo (PSB): “O MP foi acionado imediatamente. Estamos acompanhando a situação e aguardamos o posicionamento do órgão”, disse a O Fator.

Rômulo é pré-candidato a prefeito e deve ser o único rival de Vagner na disputa pelo cargo executivo. Rômulo é oposição ao atual chefe do Executivo, Belinho (PDT), que está no comando da cidade há 8 anos. Os dois, curiosamente, são primos.

A Prefeitura instaurou uma Comissão Especial para investigar a denúncia. Três servidores efetivos foram nomeados para apurar o processo do certame que disponibilizou 64 vagas distribuídas em 21 funções. A reportagem entrou em contato com Belinho e Vagner, mas não obteve resposta até o fechamento desta matéria.

Leia também:

A difícil articulação para Álvaro Damião ser o vice de Fuad

Futebol e Política, juntos, podem fazer um mundo melhor

Quero um amor; um amor maior que eu

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse