A batalha entre esquerda e direita na eleição do CFM em Minas

Chapas têm ligação com pautas de Lula e Bolsonaro, mas desconversam sobre envolvimento
Unaí Tupinambás, à esquerda, e Alexandre de Menezes, à direita, disputam a vaga de conselheiro em Minas. Foto: Divulgação

A eleição do Conselho Federal de Medicina (CFM) em Minas Gerais esquenta os bastidores e envolve aspectos da esquerda e da direita. 

Unaí Tupinambás, à frente da chapa “Minas Muda CFM”, e Alexandre Menezes, da chapa “Pelo Ato Médico – Fale 33”, lutam pelo voto de 70 mil médicos mineiros. A eleição acontece via internet nos dias 6 e 7 de agosto. Nesta semana, uma provocação acirrou ainda mais a batalha.

Direita

Alexandre tenta a reeleição como conselheiro e é considerado nos bastidores como “candidato da direita” em Minas. A diretoria nacional do CFM — na qual Alexandre faz parte — apoia o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) e faz constantes ataques ao atual presidente Lula (PT).

Recentemente, aliados da direita divulgaram uma arte para impedir que “os esquerdistas tomem controle da medicina brasileira”. O texto afirma que a chapa de Alexandre — assim como outras citadas — são contra o PT, Mais Médicos, abertura de escolas médicas, invasão do ato médico e a favor da vida.

A O Fator, Alexandre desconversou sobre a publicação.

“Desconheço esse flyer. Também recebi em grupos, mas não é relacionado a minha autoria”, explica.

Esquerda

A assessoria do candidato Unaí rebateu as acusações do flyer.

“Dizer que as chapas que pedem a renovação do CFM são de esquerda e petistas faz parte da estratégia de descredibilizar estes movimentos. (…) Nossas propostas são de saúde pública”, afirma.

Unaí já criticou publicamente o apoio de Alexandre à Bolsonaro. Citou que o mandato foi marcado por um “partidarismo barato ao governo que negava a ciência e as medidas protetivas contra o vírus”.

Leia também:

Psol aciona Justiça por suspensão da lei que criou ‘censo do aborto’ em BH

MP denuncia famílias que adotaram homeschooling em cidade mineira

Justiça vê irregularidade em nomeação no interior de Minas e cita deputado em sentença

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse