Rodovia da Morte: Governo Federal dá nova data para quarta tentativa de leiloar a BR-381

Governo Federal alterou o projeto de concessão para tentar atrair empresas. O trecho entre BH e Caeté foi retirado do edital
Ministros de Minas e Energia, Alexandre Silveira (PSD), e dos Transportes, Renan Filho (MDB), na BR-381
Ministros Alexandre Silveira e Renan Filho vistoriaram obras na rodovia. (Foto: Ricardo Botelho / MME)

Mais uma tentativa para leiloar a BR-381, entre Belo Horizonte e Governador Valadares, trecho conhecido como Rodovia da Morte, vai acontecer neste ano. Mais precisamente, entre julho e agosto, segundo informou os ministros de Minas e Energia, Alexandre Silveira (PSD), e dos Transportes, Renan Filho (MDB). Os dois estiveram, nesta terça-feira, em trechos da estrada para vistoriar obras de recuperação asfáltica.

Essa será a quarta tentativa de leiloar a BR-381, sendo a segunda no atual mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Quando esteve em Belo Horizonte, em fevereiro deste ano, Lula anunciou mudanças no projeto de concessão da rodovia: a retirada do trecho entre a capital mineira e Caeté.

O novo projeto foi aprovado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Agora, é analisado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e, caso aprovado, o edital já pode ser publicado. Com as mudanças, o Departamento Nacional de Infraestruturas de Transportes (Dnit) vai assumir os gastos no trecho retirado, como por exemplo, as desapropriações, que não são poucas.

Esse trecho era considerado crítico, pois a empresa ganhadora teria que investir um valor alto nas intervenções.

Investimentos

Em visita à Rodovia da Morte, Alexandre Silveira e Renan Filho anunciaram R$ 80 milhões para recuperação do pavimento, sinalização e melhoria dos itens de segurança da rodovia entre Belo Horizonte e Ipatinga. Já em Ipatinga, foi assinada a ordem de serviço de manutenção da BR-116, entre Teófilo Otoni e Governador Valadares, no valor de R$ 30 milhões.

Leia também:

Psol aciona Justiça por suspensão da lei que criou ‘censo do aborto’ em BH

MP denuncia famílias que adotaram homeschooling em cidade mineira

Justiça vê irregularidade em nomeação no interior de Minas e cita deputado em sentença

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse