Brumadinho: auxílio às famílias pode ir até 2026

Benefício é uma recomposição da renda da população que vive na Bacia do Paraopeba
Militares do Corpo de Bombeiros fazem buscas em área atingida pelo mar de lama que desceu da Barragem da Mina do Córrego do Feijão, em Brumadinho
Rompimento da Barragem de Brumadinho, que deixou 272 mortos, completa 5 anos em 25 de janeiro (FOTO: Corpo de Bombeiros / Divulgação)

Famílias que vivem na Bacia do Paraopeba, atingida pelo rompimento da barragem de Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Grande BH, podem receber auxílio financeiro até 2026. O Programa de Transferência de Renda (PTR), que estava previsto até o final de 2025, deverá ser estendido por mais seis meses.

O programa foi criado em fevereiro de 2021 em um acordo de Reparação Integral assinado pelo Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e Defensoria Pública de Minas Gerais (DPMG).

De acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV), gestora do programa,  foi criado um fundo de investimento exclusivo para os recursos  e o rendimento das aplicações no Fundo Exclusivo FGV-PTR, hoje no valor de R$906 milhões, deverá prolongar a duração do programa além do inicialmente previsto.

“A estratégia permitiu estender os repasses por, pelo menos, mais seis meses, mesmo com a entrada de mais beneficiários ao Programa. O valor inicial do fundo garantia o benefício até 2025, mas, com os rendimentos, a expectativa é que os pagamentos sejam efetuados pelo menos até meados de 2026”, explica André Andrade, gerente executivo do PTR.

Pitaco do Kertzman: Todo dinheiro do mundo não irá trazer de volta as vidas nem muito menos apagar o trauma e a dor dos atingidos por essa tragédia inominável. Porém, não há outra forma, senão reparação financeira, de minorar o dano material e o drama cotidiano de quem perdeu bens e arrimos de família. É uma vergonha que os responsáveis por tanta dor e prejuízos permaneçam impunes em grande medida, e que a população vitimada continue sofrendo por algo que não causou.

Leia também:

STF vira palco de nova batalha judicial sobre ações de prefeituras contra mineradoras no exterior

A queda de braço entre o PT e o PRD pelo apoio do Republicanos em Contagem

Pontapé inicial do novo PTB em Minas tem Saraiva Felipe, Apolo Heringer e ex-deputados

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse