A corrida do Planalto por um anúncio de Lula em BH

Equipe do presidente não quer que ele passe por Minas sem um grande destaque
No plano do governo, a obra seria tocada pelo DNIT. Com a duplicação, a concessão do trecho poderia, enfim, ser possível e anunciada ao mercado
No plano do governo, a obra seria tocada pelo DNIT. Com a duplicação, a concessão do trecho poderia, enfim, ser possível e anunciada ao mercado

Com agenda confirmada em Minas para os dias 7 e 8 de fevereiro, Lula e sua equipe tentam viabilizar um anúncio de destaque. O FATOR apurou que o “sonho” do Planalto é conseguir, até a viagem, o aval de técnicos do Ministério dos Transportes para o processo de duplicação da BR-381 de BH até Caeté.

No plano do governo, a obra seria tocada pelo DNIT. Com a duplicação, a concessão do trecho poderia, enfim, ser possível e anunciada ao mercado. Não é fácil, o próprio DNIT tem relatado dificuldades orçamentárias, mas a equipe do presidente corre contra o tempo para conseguir.

Na avaliação de palacianos, Lula não pode marcar sua primeira visita a Minas Gerais sem ter algum grande anúncio a fazer. Até aqui, o que está garantido é uma visita a Juiz de Fora, em que anunciará repasses para um hospital da cidade, reuniões com empresários em BH e, no dia 8, uma entrevista coletiva com jornalistas com um balanço do que cada ministério tem feito e já fez envolvendo ações no Estado. É pouco, avaliaram interlocutores.

A propósito, Lula quer contar com o presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (PSD), nestas agendas – o parlamentar mineiro ainda não confirmou se conseguirá acompanhar. Além de fortalecer o laço com Pacheco, Lula já quer deixar traços para 2026, quando apoiará a candidatura do senador ao governo de Minas.

Outro detalhe que pode aquecer a passagem do presidente por Minas: o TRE do Paraná antecipou para o dia 8 a data do julgamento que pode cassar o senador Sergio Moro. Lula estará em BH e, possivelmente, de ouvidos e olhos atentos ao que acontecer em Curitiba.

Leia também:

STF vira palco de nova batalha judicial sobre ações de prefeituras contra mineradoras no exterior

A queda de braço entre o PT e o PRD pelo apoio do Republicanos em Contagem

Pontapé inicial do novo PTB em Minas tem Saraiva Felipe, Apolo Heringer e ex-deputados

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse