Aliados criticam Zema por faltar a casamento de Eto; ‘faltou parceria’

Cerimônia do ex-secretário de Governo contou com a presença de deputados, membros do Executivo e Judiciário
“Zema ainda não entendeu que esse tipo de sinalização é algo sagrado no mundo político”, disse um presente na cerimônia
“Zema ainda não entendeu que esse tipo de sinalização é algo sagrado no mundo político”, disse um presente na cerimônia. Foto: Reprodução

A ausência do governador Romeu Zema no casamento do ex-secretário Igor Eto, no último sábado (20), em Brumadinho, foi assunto nas mesas de convidados e deixou interlocutores políticos presentes na cerimônia chateados. Na avaliação de alguns, ao não ir, Zema teria indicado “não ser parceiro” de um aliado próximo que o acompanha desde o início da campanha de 2018.

“Zema ainda não entendeu que esse tipo de sinalização é algo sagrado no mundo político”, disse um presente na cerimônia, que contou com a presença de deputados, membros do governo e do Judiciário, além de dirigentes do Novo.

Como mostrou O Fator, no horário do casamento, Zema estava no Vale do Mucuri, participando da posse da nova diretoria da Associação Dos Sindicatos de Produtores Rurais dos Vales Mucuri e Jequitinhonha (Asprovales).

Apesar disso, a relação entre Zema e Eto ainda é considerada boa. O governador foi o responsável por bancar Eto na secretaria de Governo por quase cinco anos e, no ano passado, deu aval para que ele fosse indicado para ocupar uma vice-presidência do BDMG.

Leia também:

STF vira palco de nova batalha judicial sobre ações de prefeituras contra mineradoras no exterior

A queda de braço entre o PT e o PRD pelo apoio do Republicanos em Contagem

Pontapé inicial do novo PTB em Minas tem Saraiva Felipe, Apolo Heringer e ex-deputados

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse