Câmara de BH avança por projeto importante: criar o Dia Municipal da Pipa

Texto foi aprovado nesta terça em comissão da Casa
Apesar de ter sido alvo de críticas de alguns colegas da Câmara, o projeto foi aprovado por unanimidade na comissão e agora segue para outros colegiados antes de ir ao plenário.
Apesar de ter sido alvo de críticas de alguns colegas da Câmara, o projeto foi aprovado por unanimidade na comissão e agora segue para outros colegiados antes de ir ao plenário. (Foto: Divulgação/CMBH)

E a Comissão de Legislação e Justiça da Câmara de BH aprovou, nesta terça-feira (19), um projeto que, para muitos, pode ser considerado uma perda de tempo: a criação do Dia Municipal da Pipa. De autoria do vereador Irlan Melo, a proposição visa, além de homenagear, incentivar a prática, muito popular entre jovens.

“A pipa gera diálogo, comunhão e relacionamento, é neste ângulo que precisamos encarar essa questão”, afirmou Irlan, que, em 2020, chegou a defender a criação de um Pipódromo público para a prática. “Não foi pra frente por conta da máfia da linha chilena”, argumenta.

Apesar de ter sido alvo de críticas de alguns colegas da Câmara, o projeto foi aprovado por unanimidade na comissão. Esse tipo de proposição não precisa ir ao plenário – já vai pra redação final e sanção ou veto do prefeito.

Leia também:

STF vira palco de nova batalha judicial sobre ações de prefeituras contra mineradoras no exterior

A queda de braço entre o PT e o PRD pelo apoio do Republicanos em Contagem

Pontapé inicial do novo PTB em Minas tem Saraiva Felipe, Apolo Heringer e ex-deputados

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse