Kassab não abre mão de BH e quer falar com Lula, mas aguarda conversa de Pacheco com Fuad

Ex-ministro não abre mão de continuar com o PSD no comando da capital mineira
Ex-ministro quer o PSD no comando da PBH: quem será o nome a frente, no entanto, passa por Pacheco
Ex-ministro quer o PSD no comando da PBH: quem será o nome a frente, no entanto, passa por Pacheco

Gilberto Kassab foi enfático: não abre mão de ter o PSD no comando da Prefeitura de Belo Horizonte. Em conversa com aliados, o presidente nacional do partido pontuou que a capital mineira será essencial para a disputa do governo de Minas em 2026, quando o partido lançará o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, como candidato.

Só que, na avaliação de Kassab, a disputa pela PBH passa por um apoio do PT na capital. O ex-ministro se colocou à disposição de interlocutores para conversa com Lula por uma aliança. O papo ainda não aconteceu porque as conversas também passam por Pacheco, que deve se reunir com o prefeito Fuad Noman (PSD) em breve e alinhar se o partido continuará caminhando com ele ou tomará outro rumo.

O natural favorito é o apoio à reeleição do prefeito. Se depender de Kassab, tudo certo: o ex-ministro gosta de Fuad e chegou a recebê-lo na semana passada em seu escritório político em São Paulo. Mas a decisão de fato só sairá, mesmo, depois do aval de Pacheco.

Leia também:

A difícil articulação para Álvaro Damião ser o vice de Fuad

Futebol e Política, juntos, podem fazer um mundo melhor

Quero um amor; um amor maior que eu

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse