Ligado a Valadão, assessor da PBH ‘faz sucesso’ por recrutar candidatos a vereador

Frederico Araújo tem auxiliado equipe de Fuad a montar chapa de vereadores aliados
Prefeitura de BH reajuste contrato de publicidade (Foto: Divulgação/PBH)

Quem passou pelo evento de retomada do Orçamento Participativa para Vilas e Favelas, feito pela Prefeitura de BH na última quarta (31), se deparou com a intensa movimentação do assessor Frederico Araújo, ligado ao ex-secretário Josué Valadão, junto a lideranças locais e vereadores da base do prefeito Fuad Noman (PSD).

Araújo, nomeado na Secretaria de Governo desde junho do ano passado, quando Valadão ainda era o titular da pasta, é o responsável pela relação com lideranças das várias regiões da cidade e tem auxiliado na montagem da chapa de candidatos à Câmara Municipal de aliados do prefeito.

“Ele estava mais requisitado do que o próprio prefeito durante o evento”, brinca um interlocutor que passou por lá.

Desde que passou a atuar assessorando Valadão, o papel de Frederico Araújo é procurar lideranças comunitárias para se candidatarem a vereador. Recebendo sinal positivo, é comum que o auxiliar indique como o município pode ajudar o pré-candidato na sua área. As promessas costumam ser bem interessantes.

O salário do assessor ligado a Valadão é R$ 9.987,86, bruto.

Leia também:

STF vira palco de nova batalha judicial sobre ações de prefeituras contra mineradoras no exterior

A queda de braço entre o PT e o PRD pelo apoio do Republicanos em Contagem

Pontapé inicial do novo PTB em Minas tem Saraiva Felipe, Apolo Heringer e ex-deputados

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse