PBH faz aditivo de R$ 9 milhões a contrato de publicidade

É normal que entidades do Poder Público contratem agências de publicidade para divulgar ações e programas
Prefeitura de BH reajuste contrato de publicidade (Foto: Divulgação/PBH)

A Prefeitura de Belo Horizonte deu um aumento de R$ 9 milhões ao contrato de publicidade firmado com a agência Filadélfia, que atende o município desde julho do ano passado. O valor representa 20% do total inicial (R$ 54 milhões).

É comum o Poder Público contratar agências de publicidade para divulgar ações e programas, embora valores e “timing” (pré-eleitoral), às vezes, chamem a atenção. O limite legal dos aditivos é de 25% do valor do contrato, ou seja, tudo correto no acréscimo publicado nesta quarta-feira (1º) pelo município.

A Filadélfia é uma agência tradicional e bastante conhecida do mercado. Foi fundada no início dos anos 2000 por ex-sócios da SMPB e da DNA, ambas envolvidas nos mensalões petista e tucano. Atualmente, porém, não possui quaisquer sócios ligados ao caso.

Além da Filadélfia, a PBH também possui um contrato de R$ 20 milhões com a Lápis Raro, outra empresa de publicidade bem reconhecida pelo mercado.

Leia também:

Fávaro vai à Câmara explicar fiasco no leilão de arroz

Cassinos voltam à mesa da CCJ do Senado

Justiça suspende atividades de mineradora na Serra do Curral em Belo Horizonte

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse