Presidente do BDMG Cultural avisa que está de saída e será candidato em Itaúna

Ex-deputado Gustavo Mitre chegou no órgão em abril do ano passado e deve sair já em março
Aliás, no que depender das redes sociais do ex-deputado, Mitre já está com os dois pés fora do banco: nos últimos meses, não fez menção ao BDMG Cultural
Aliás, no que depender das redes sociais do ex-deputado, Mitre já está com os dois pés fora do banco: nos últimos meses, não fez menção ao BDMG Cultural

Vai durar pouco tempo a gestão do ex-deputado Gustavo Mitre no BDMG Cultural. Nomeado por Zema em abril de 2023 para presidir o órgão, Mitre já avisou aos colegas de banco que deixará o cargo no mês que vem, em março, para se dedicar à candidatura a prefeito de Itaúna.

Aliás, no que depender das redes sociais do ex-deputado, Mitre já está com os dois pés fora do banco: nos últimos meses, não fez menção ao BDMG Cultural, mas publicou agendas e repasses diversos feitos a Itaúna.

Também pudera, o BDMG Cultural, braço de patrocínios e incentivo do banco público mineiro ao setor, anda com pouca bala na agulha para investir. Em nada lembra os tempos dos governos Aécio e Pimentel, por exemplo, quando a autarquia esbanjava em grandes eventos e publicidade.

Leia também:

STF vira palco de nova batalha judicial sobre ações de prefeituras contra mineradoras no exterior

A queda de braço entre o PT e o PRD pelo apoio do Republicanos em Contagem

Pontapé inicial do novo PTB em Minas tem Saraiva Felipe, Apolo Heringer e ex-deputados

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse