Minas tem alta de 20% na fiscalização ambiental em 2023

Equipes têm utilizado tecnologia, como drones e tablets, nas ações
Fiscais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) durante ação de combate ao desmatamento e à cadeia de comércio ilegal de carvão em Minas
Semad utiliza o trabalho da inteligência para identificar as irregularidades. (Foto: Semad/Divulgação)

As  fiscalizações contra as irregularidades ambientais cresceram 20% em 2023 em relação ao ano anterior. Os dados são da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e da Polícia Militar de Meio Ambiente. Foram realizadas, em média, 144 inspeções por dia neste período.

Em números absolutos, somente no ano passado os dois órgãos realizaram 52.567 ações de fiscalização em todo território mineiro. Em 2022, foram 42.801. Os números são bem maiores do que 2021 e 2020 que tiveram 37.516 e 32.048 vistorias, respectivamente.

Em relação às infrações, foram 18.986 em 2023, segundo o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema). No ano anterior, foram 18.417 autos lavrados, e 20.194, em 2012.

A Semad ressalta que nem toda fiscalização resulta em infração, o que pode indicar um cenário favorável, pois mostra que as normas ambientais estão sendo seguidas.

Um dos exemplos é a redução nos índices de desmatamento no estado. Somente nos primeiros oito meses de 2023, houve queda de 62%, de acordo com o Sistema de Alertas de Desmatamento (SAD) Mata Atlântica. Além de uma diminuição de 12% na área suprimida do cerrado, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Leia também:

A difícil articulação para Álvaro Damião ser o vice de Fuad

Futebol e Política, juntos, podem fazer um mundo melhor

Quero um amor; um amor maior que eu

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse