123 Milhas: corregedor pede esclarecimentos de desembargador do TJMG

Administradora judicial pediu afastamento do magistrado alegando parcialidade
TJMG também deverá prestar esclarecimentos ao corregedor. Foto: TJMG

O corregedor nacional de Justiça, ministro Luis Felipe Salomão, pediu esclarecimentos do desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e responsável pela condução do processo de recuperação judicial da 123 Milhas, Alexandre Victor de Carvalho. 

A administradora judicial Brizola e Japur acusou o magistrado de parcialidade e pediu o afastamento do desembargador.

Alexandre foi notificado a prestar esclarecimentos no prazo de cinco dias. A presidência do TJMG, também em cinco dias, deve prestar informações acerca do trâmite do mandado de segurança.

Motivos

A empresa alega que Alexandre errou ao trocar as administradoras judiciais nomeadas pelo juízo recuperacional — Brizola & Japur e Inocêncio de Paulo Advogados — por peritos que realizaram a constatação prévia do processo.

Além disso, afirma que o desembargador modificou as administradoras enquanto outro magistrado estava de férias e não comunicou a Procuradoria Geral de Justiça de Minas Gerais. A petição salienta que as decisões foram parciais e que a manutenção do magistrado irá prejudicar o processo.

O Fator entrou em contato com o desembargador, mas não obteve resposta até o fechamento da matéria. Caso ele se pronuncie, o texto será atualizado.


Leia também:

Federação PT-PV-PCdoB adia prazo para tomar decisão sobre candidaturas em grandes cidades

Movimentos sociais vão entregar a vereadores PL por tarifa zero nos ônibus em BH

Ex-deputado Narcio Rodrigues vira réu por suposto desvio em convênio em MG

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse