As novas cadeiras de Gustavo Barbosa no governo Zema

Ex-secretário de Fazenda vai ocupar espaço em duas estatais mineiras
Com a cadeira nos dois conselhos, a remuneração de Barbosa deve voltar a valores próximos do que recebia quando era o titular da Fazenda no Estado.
Com a cadeira nos dois conselhos, a remuneração de Barbosa deve voltar a valores próximos do que recebia da Fazenda no Estado. Divulgação/ALMG

Agora nomeado como assessor do gabinete do vice-governador Mateus Simões, o ex-secretário de Fazenda Gustavo Barbosa vai, em breve, ocupar outras atribuições dentro do governo mineiro. Estão bem adiantadas as tratativas para que Barbosa passe a atuar no Conselho de Administração da Copasa e também no Conselho do BDMG.

Com a cadeira nos dois conselhos, a remuneração de Barbosa deve voltar a valores próximos do que recebia quando era o titular da Fazenda no Estado. É importante lembrar: desde a última reforma governamental, aprovada pela ALMG em abril do ano passado, ficaram vetadas as presenças de secretários de Estado nos conselhos das estatais – os chamados “jetons”.

Em fevereiro, O FATOR mostrou que Gustavo Barbosa vinha há algum tempo insatisfeito com a dinâmica rotina da pasta: com residência no Rio, o economista fazia viagens semanais para se deslocar até BH. O preço das passagens de avião também eram um problema recorrente. Agora, como assessor, há uma exigência menor que ele esteja sempre pela Cidade Administrativa e consiga despachar de outros locais.

Leia também:

Servidora é presa após mentir sobre falso câncer e receber R$ 656 mil do Estado

Justiça proíbe Prefeitura de Ouro Preto de realizar contratações temporárias

Ministério e deputados montam força-tarefa para acompanhar denúncias feitas por terceirizados da educação em BH

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse