Diretório do PT em Brasília pode ser acionado para impedir ‘super chapa’ da federação em BH

Maior partido da Federação, PT possui certa autonomia sobre as candidaturas
Diretório Nacional do PT poderá ser acionado / Foto: Divulgação

Membros do PT de Belo Horizonte estudam solicitar ao diretório nacional uma intervenção nas negociações para a chapa de candidatos à Câmara Municipal da capital (Federação PT- PCdoB PV. Na semana passada, O FATOR mostrou que o elevado número de candidatos considerados competitivos dentro da Federação era tratado como problema por parte dos membros, por conta da possibilidade da distribuição de cadeiras entre os partidos ficar muito disputada.

Por ser o maior partido da Federação, o PT possui certa autonomia de deliberação sobre as candidaturas.

A chapa da Federação promete ser recheada. O PCdoB filiou o ex-vereador Branco, que obteve 8 mil votos em 2020, e terá ainda a conhecida ex-deputada Jô Moraes também como candidata. Já o PV contará com os vereadores Célio Frois e Wagner Ferreira, que está trocando o PDT pelos verdes.

No PT, a chapa também é movimentada. Brigarão por cadeiras na CMBH os atuais vereadores Pedro Patrus e Bruno Pedralva, além de nomes competitivos como o neto da ex-presidente Dilma, Pedro Rousseff, o ex-vereador Adriano Ventura e o sindicalista Robson dos Correios, que conta com apoio da deputada estadual Beatriz Cerqueira.

Leia também:

Ex-deputado Narcio Rodrigues vira réu por suposto desvio em convênio em MG

A viagem de José Dirceu a Belo Horizonte

MPF vai investigar invasões e ameaças contra indígenas Pataxó em MG

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse