TSE multa Cleitinho em R$ 30 mil por fake news contra Lula

Outros parlamentares bolsonaristas também foram condenados
Órgão afirma que senador compartilhou um vídeo com informações falsas sobre Lula. Foto: Divulgação.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aplicou nesta quinta-feira (23) uma multa de R$ 30 mil ao senador Cleitinho (Republicanos) por fake news e propaganda eleitoral negativa contra o presidente Lula (PT). Durante o segundo turno das eleições de 2022, o parlamentar compartilhou um vídeo que vincula o presidente a um tiktoker que se apresenta como satanista.

Os deputados federais Carla Zambelli (PL-SP) e Gustavo Gayer (PL-GO), o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o youtuber Bernardo Kuster e o músico Roger Moreira também foram condenados ao pagamento da multa, que deverá ser quitada de forma individual. 

O autor da postagem original, Victor Stavale, o empresário Leandro Panazollo Ruschel e Bárbara Zambaldi Destefani foram multados em R$ 5 mil. 

Justificativa

O ministro Floriano de Azevedo Marques justificou a aplicação da multa: “Invocar a liberdade de expressão neste caso seria concordar que a internet é terra sem lei e que as redes são o metaverso da irresponsabilidade”, disse.

A ação foi impetrada em outubro de 2022 pela coligação Brasil da Esperança. Cleitinho ainda não se pronunciou sobre o resultado.

Leia também:

Fávaro vai à Câmara explicar fiasco no leilão de arroz

Cassinos voltam à mesa da CCJ do Senado

Justiça suspende atividades de mineradora na Serra do Curral em Belo Horizonte

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse