O ‘sumiço’ do em-breve-secretário de Meio Ambiente de BH

Célio Moreira foi confirmado na pasta no início do mês, mas ainda não tomou posse
Apesar de não ocupar um mandato desde 2015, o ex-deputado nunca deixou a política: até mês passado, vinha atuando como assessor parlamentar do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco
Apesar de não ocupar um mandato desde 2015, o ex-deputado nunca deixou a política: até mês passado, vinha atuando como assessor parlamentar do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Foto: Reprodução/Redes

Um mês depois de ser confirmado como novo secretário de Meio Ambiente da Prefeitura de BH, o ex-deputado Célio Moreira ainda não foi nomeado. Desde a saída do antigo secretário, o também ex-deputado Zé Reis, a pasta vem sendo comandada interinamente pelo presidente da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica, Gelson Leite.

O Fator apurou que o sumiço do em-breve-secretário tem explicação: Moreira tinha viagem já programada para a Europa em abril e, por conta disso, optou por não cancelar os planos pessoais. A nomeação, no entanto, está mantida e ele deve ser empossado no início de maio.

Apesar de não ocupar um mandato desde 2015, o ex-deputado nunca deixou a política: até mês passado, vinha atuando como assessor parlamentar do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, responsável por indicar seu nome ao prefeito Fuad Noman (PSD). Além de Moreira, Pacheco também emplacou o ex-deputado Anselmo Domingos como secretário de Governo.

Leia também:

MP denuncia prefeito acusado de beneficiar empresa em contratos de R$ 43 milhões

Federação PT-PV-PCdoB adia prazo para tomar decisão sobre candidaturas em grandes cidades

Movimentos sociais vão entregar a vereadores PL por tarifa zero nos ônibus em BH

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse