A queda de braço entre o PT e o PRD pelo apoio do Republicanos em Contagem

Nos últimos dias, o “pêndulo” do apoio se deslocou em direção ao candidato do PRD

Interlocutores da prefeita de Contagem, Marília Campos (PT), e de um de seus adversários na disputa pela reeleição, o pré-candidato Felipe Saliba (PRD), intensificaram a disputa pelo apoio do Republicanos — partido ligado à Igreja Universal do Reino de Deus — para as próximas eleições municipais na cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

As articulações escalaram de Contagem para Brasília (DF), com sinalização de ambas as legendas, o PRD e o PT, de apoios que passavam até mesmo pela disputa da presidência da Câmara dos Deputados, que tem o presidente nacional do Republicanos, o deputado federal Marcos Pereira, como um dos postulantes.

Na queda de braço, Saliba tem, a seu lado, o presidente estadual do Republicanos, o deputado federal licenciado Euclydes Pettersen. A informação de que as tratativas com o Republicanos teriam relação com a indicação do vice na chapa do PRD chegou a circular nos meios políticos.

Já a prefeita Marília Campos conta com o apoio da presidente da legenda em Contagem, a vereadora Daisy Silva, ligada ao deputado federal Gilberto Abramo, ex-presidente estadual do Republicanos e bispo da Igreja Universal.  

Nos últimos dias, o “pêndulo” desse apoio se deslocou em direção ao candidato do PRD. Daisy Silva até foi a Brasília. Nos bastidores, a vereadora tem dito que mesmo que o partido se alie a Saliba ela apoiará, pessoalmente, a campanha à reeleição de Marília.

O Fator tentou contato com todos os níveis da direção do Republicanos. Marcos Pereira, Euclydes Pettersen, Gilberto Abramo e Daisy Silva foram acionados. Se houver resposta, este texto será atualizado.

Igreja Quadrangular também disputava indicação do vice

A eventual confirmação do apoio do Republicanos à candidatura de Felipe Saliba, com a suposta indicação do vice, contraria a articulação que vinha sendo feita por outra denominação religiosa: a Igreja do Evangelho Quadrangular.

A Quadrangular já integra a base de apoio do candidato do PRD e vinha se movimentando para indicar o companheiro de chapa do pré-candidato.

Esse movimento, liderado pelo deputado estadual Leandro Genaro (PSD), iniciou-se em outubro do ano passado, após as eleições para o Conselho Tutelar.

A Igreja Quadrangular em Contagem não se organizou para eleger seus representantes para o Conselho, ficando sem nenhum assento. Já a Igreja Universal do Reino de Deus – que se preparou para essa disputa – obteve cinco das 35 vagas.

A Igreja do Evangelho Quadrangular tem 40 mil membros em Contagem e, na Câmara da cidade, é representada pelo vereador Pastor Itamar (PRD).

Leia também:

Psol aciona Justiça por suspensão da lei que criou ‘censo do aborto’ em BH

MP denuncia famílias que adotaram homeschooling em cidade mineira

Justiça vê irregularidade em nomeação no interior de Minas e cita deputado em sentença

Acompanhe O Fator no Instagram

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse