TRE encerra julgamento de ações referentes à eleição de 2022 em Minas

Último processo ligado à disputa pelo Palácio Tiradentes transitou em julgado nesta sexta-feira (5)
Montagem sobre fotos de Alexandre Kalil e Romeu Zema
Kalil e Zema disputaram o governo de Minas em 2022

Transitou em julgado, nesta sexta-feira (5), o último processo referente à disputa ao governo de Minas em 2022, dando fim, finalmente, à eleição daquele ano. Na semana retrasada, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) indeferiu o recurso impetrado pela campanha de Alexandre Kalil (PSD) contra uma decisão que havia rejeitado ação do candidato contra a campanha de Romeu Zema (Novo) por abuso de poder econômico e político.

Os advogados de Kalil tinham até essa quinta (4) para recorrer mais uma vez. Como não fizeram, o processo acabou de vez no TRE.

Com recurso, a ação poderia seguir tramitando no TSE – onde as coisas costumam caminhar de maneira diferente dos tribunais regionais. No TRE mineiro, o processo foi indeferido por unanimidade.

Leia também:

Ou Kalil desmente Menin, ou é indigno como atleticano

PL marca data de convenção que vai oficializar candidatura de Engler em BH

Para se dedicar à campanha em Contagem, Junio Amaral se licencia do mandato de deputado federal

Veja os Stories em @OFatorOficial. Acesse